Somos Polo + 20, o selo de duas décadas de movimento pela arte

mais20b

O Polo + 20 é o símbolo de duas décadas de dedicação à cultura e à educação por meio da arte. O selo que nos acompanhará a partir de 2018 traz significados ainda maiores quando olhamos para uma jornada de aprendizados e encantamentos. Foi assim, com experiências enriquecedoras e saídas criativas, que alcançamos 20 anos.

Uma história desse porte não se faz com pensamento estático. É preciso movimentar a criatividade para a modernidade e nada melhor do que usar a arte para viver sempre o novo. “São gerações que se descobriram na arte e deram um sentido a sua vida, com muita criatividade para acompanhar os novos tempos e descobrir novos caminhos onde queremos chegar”, destaca Eneida Soller, presidente do Polo Cultural Educação e Arte. A estrada da instituição é longa, mas a gestora mantém os olhos atentos no horizonte para a continuidade desse movimento. “Muita estrada, muitos sonhos realizados e horizontes que se abrem”, completa.

Eneida Soller reitera caminhada com as artes para novo ciclo. Polo completa 20 anos. | Foto: Arquivo Polo Cultural

O caminho educacional do Polo Cultural desemboca neste 2018 no projeto O Palco, considerado uma síntese de sucesso de tudo aquilo que já fora empreendido nessa estrada. A iniciativa se sustenta no ensino das artes para formar um grande espetáculo, sem deixar de lado todo o conhecimento que se faz através da jornada.

“No início realizando a circulação de muitos espetáculos, o que foi progressivamente se aproximando na formação e educação através da arte. Hoje O Palco é uma síntese deste caminho dando formação nas artes a esta nova geração que chega nas unidades públicas de ensino, criando a interação estética com profissionais da cultura, e dando a oportunidade e apoio na criação de um grande espetáculo pelos alunos e professores”, explica Soller.

O Palco, espetáculo de bastidores

Crianças e jovens ampliam horizontes educacionais com aproximação de um rico universo artístico em O Palco. | Foto: Arquivo Polo Cultural.

As cortinas se abrem e está ali. O tablado de madeira lustroso reflete o brilho dos focos de luz. É o campo de ação da arte, lugar onde se concentram os olhares tão atentos, quantos silenciosos da plateia. Naqueles instantes, tudo parece estar ali, no palco. Mas o espetáculo se faz nos bastidores.

“O Palco dá visibilidade ao que é invisível. Ensina a técnica das artes, gera autoestima e criatividade”, afirma Eneida Soller. Pois se prestarmos atenção para além do que é apresentado podemos ver também crianças empoderadas em buscar alternativas criativas, jovens entusiasmados diante das novas possibilidades profissionais e até mesmo professores satisfeitos por cumprirem uma função social de suma importância. Há muito mais bastidores em O Palco do que se pode supor.

A expressão por meio das artes nos comunica da importância de potencializá-la em nosso dia a dia. Comunidades da periferia da capital de São Paulo ganharam voz neste projeto, o mesmo foi replicado no interior. A voz das artes nos diz que é preciso acreditar na educação.

Nossa alegria com a marca Polo +20 reside nas inúmeras situações em que presenciamos sorrisos. Eles despontam das faces das crianças quando elas acertam uma nota no violão, quando encenam com vibração, ou quando completam uma sequência novas de passos na dança.

“O sorriso, o olhar de esperança e alegria, o crescimento, a oportunidade a quem não teria acesso, a realização de muitos sonhos, a certeza que temos de tantos cidadãos que já passaram neste PALCO e se encontraram de um jeito imprevisível nesta nossa sociedade de poucos caminhos para a grande maioria”, comenta Soller, cujo sorriso também escapa quando fala do projeto.

Com um sorriso largo de quem caminha com as artes há 20 anos, e com a certeza de que há muito mais horizontes nessa estrada, seguimos.

Acompanhe as novidades do projeto O Palco e do Polo Cultural no nosso Blog!