Oficina de bonecos amplia vivência artística em Ibitinga

WhatsApp Image 2018-09-25 at 14

As crianças do projeto O Palco na cidade de Ibitinga, no interior de São Paulo, têm nas mãos uma oportunidade de aprender ainda mais sobre as artes. Na oficina de teatro de bonecos, idealizada pelo professor Jefferson Mendes, os pequenos literalmente colocam a mão na massa para compor os personagens e dar vida para a imaginação.

Antes das aulas de atuação com os bonecos, é preciso dar vida a imaginação e aos personagens, por isso os alunos estão trabalhando na construção dos atores com papel machê. “Decidimos fazer com papel machê, o que foi uma grata surpresa, pois por ser mais artesanal, fiquei na dúvida se fazia com eles ou levava pronto”, conta Jefferson, feliz com os resultados das primeiras aulas.

Usar esse tipo de material também serviu para trabalhar outras virtudes importantes. “Foi muito legal, porque também é algo terapêutico para eles. Para começar a modelar o boneco, precisa ter paciência, fazer pedacinho por pedacinho, destaca o educador.

As oficinas de bonecos estão acontecendo em outros horários, de modo a não parar com as aulas regulares do projeto O Palco. “Não queremos tirar o foco da apresentação final que já está sendo trabalhada com os alunos, então montamos uma turma à tarde e outra de manhã nessa oficina”, ressalta.

Comunidade unida pela arte

A arte começa a fazer a diferença em um ambiente quando muitas pessoas se unem para tornar qualquer sonho possível. Jefferson Mendes é especialista em teatro de bonecos e não poderia deixar de aproveitar seu talento dentro do projeto O Palco, mas as artes não agem sozinhas.

O professor contou com a ajuda de uma loja de tecidos da cidade na doação de 15 aventais que tornaram o manuseio dos materiais da oficina de bonecos possível com os pequenos alunos. Conhecida pelos bordados, a cidade de Ibitinga tem várias lojas do segmento de tecidos.

A Loja Recanto da Costura ajudou a costurar os laços de fortalecimento em torno das artes. Essa história não se tece sozinha, pois isso o Polo Cultural e a AES Tietê agradecem esse empenho.

Alunos colocam a mão na massa na construção dos bonecos

Alunos colocam a mão na massa na construção dos bonecos