É Dia das Mães no projeto Acessibilidade! Artes viram presentes especiais!

Acessibilidade_7_CUT

As crianças do projeto Acessibilidade, do Polo Cultural, apresentam diferentes níveis de deficiência física e intelectual, entre moderado e severo. Em comum, entretanto, elas têm um mesmo brilho no olhar, sobretudo ao que se refere às mães. A sonoridade da palavra ‘mãe’ provoca uma atenção como de nenhuma outra, pois seja qual for a criança sua relação com a figura materna é inquebrantável.

Nesse Dia das Mães, as crianças do projeto poderão presenteá-las com artes. As aulas das últimas semanas foram dedicadas à produção de uma lembrança da enorme gratidão que esses alunos preservam. Por meio das artes, eles comunicam esse sentimento, ao mesmo tempo em que demostram a evolução de algumas funções motoras e cognitivas.

“Você percebe nitidamente a relação deles com a mãe, em tudo que remete à figura materna. Em geral eles são muito cuidados e isso sempre está ligado à mãe”, afirma a coordenadora do Acessibilidade, Bruna Burkert. “Eles, apesar de pré-adolescentes, são muito infantilizados, então a relação materna ainda representa a de aconchego, cuidado, acolhimento. A mãe é sempre especial”, acrescenta.

Davi se empenhou na atividade para presentear a mãe. | Foto: Polo Cultural

Davi se empenhou na atividade para presentear a mãe. | Foto: Polo Cultural

Nas aulas para a construção do presente, além do habitual sorriso, os alunos também se mostravam mais concentrados, alguns com certa seriedade incomum para a atividade. O fato de ser um presente destinado às mães trouxe uma responsabilidade a mais e muito esmero das crianças.

“A gente percebe que eles colocam a mãe em um lugar muito especial, então quando falamos que é para elas, as atividades manuais ganharam uma seriedade maior”, contou Burkert. Algumas crianças fazem o presente para a avó ou outra pessoa, cuja relação representa os cuidados maternos.

Daniela fez a atividade concentrada. As artes estão a ajudando a desenvolver funções cognitivas importantes | Foto: Polo Cultural

Daniela fez a atividade concentrada. A baixa visão não a impede de crescer com as artes. | Foto: Polo Cultural

Nem todas as mães conseguem acompanhar as atividades dentro do projeto Acessibilidade de perto. São mulheres fortes, cuja a rotina apinhada para garantir o sustento financeiro as priva de um contato maior com filhos, mesmo assim dedicam energia e afeto no cuidado das crianças.

Em uma tentativa de aproximar ainda mais os familiares, as professoras mandam fotos e vídeos das atividades, do reconhecido desenvolvimento em contato com as artes. Certamente, a evolução dos pequenos é o melhor presente, mas nesse dia das mães ele será ainda mais especial.

 

Para ajudar as atividades do Polo Cultural e colaborar com o projeto Acessibilidade, entre na nossa rede de contribuição.