Alunos do CEU Jaguaré dão asas aos seus sentimentos através da poesia

Muita gente não acredita mas, apesar de ter ficado famosa junto com alguns poetas e escritores de antigamente, a poesia continua sendo um conteúdo atual, que se molda a partir de nossas experiências. Além de ser atemporal, ela também pode ser considerada o mecanismo que dá voz para o poeta e para a realidade que o permeia.
A prova disso foi o evento realizado pelo Polo Cultural juntamente com o pessoal do Slam Baderna, no CEU Jaguaré, no último sábado (23). Durante o encerramento das atividades de 2019 do Jaguaré, mais de 30 crianças tiveram a oportunidade de lançar um livro de poesias autorais.
O livro “Primeiros Voos” se tornou realidade graças ao apoio e confiança do professor e também vereador Eliseu Gabriel, que conheceu o trabalho do Polo Cultural e do Slam Baderna há alguns anos, durante a Semana de Incentivo ao Estudo e a Leitura, um projeto de sua autoria, que acontece todos os anos, no mês de Abril, em São Paulo.
As crianças poetas não conseguiam segurar a ansiedade de subir ao palco e apresentar para o público suas poesias, que abordavam temas como infância, bullying e amor, sempre de um ponto de vista muito real e experienciado por todas elas.
Bruna Dias Firmino, de 10 anos, conta que não gostava de poesia quando era mais nova. Mas ao começar a frequentar as aulas no CEU Jaguaré, mudou de opinião. Naquele dia, além do slam de poesias, Bruna também dançou e cantou como encerramento do sarau.
Para muitos alunos, aquela era a primeira apresentação no palco, com um público de verdade assistindo e aplaudindo de pé cada uma das poesias declamadas durante o slam. E foi ali, diante de pais, políticos, alunos e professores que alguns alunos do CEU Jaguaré puderam dar asas aos seus sentimentos! Depois ainda rolou uma tarde de autógrafos e distribuição gratuita do livro de poesias para o público!