Shakespeare chega a Ibitinga com crianças do projeto O Palco

Na próxima sexta-feira, dia 23 de novembro, Ibitinga apresenta “Sonho de Uma Noite de Verão, um espetáculo do projeto O Palco, trazendo Shakespeare como tema principal para mostrar os resultados da iniciativa na cidade. A apresentação nada mais é do que uma celebração e uma experiência inesquecível para um ano de aprendizados com as artes. Além dos professores, cerca de 150 alunos estão envolvidos no espetáculo que acontecerá no Clube Planalto. O projeto O Palco é uma iniciativa do Polo Cultural, com apoio da AES Tietê no interior de São Paulo.

A temática de Willian Shakespeare tem como condutor dois clássicos da literatura e da dramaturgia: “Sonho de Uma Noite de Verão” e “Romeu e Julieta”, que entra na peça com um recurso de metateatro, quando uma peça é encenada na própria peça. Ambos ampliam a bagagem cultural dos alunos e, claro, dos espectadores.

“Esse tema é um clássico, está há gerações no teatro! Ter esse primeiro contato levando clássicos de Shakespeare é muito bacana. E eles acabam reverberando isso para a sociedade também. Sexta-feira (dia 23 de novembro, quando acontece o espetáculo) isso será apresentado para muita gente e não temos noção de onde esse eco pode chegar”, vibra o professor Jefferson Mendes.

“A nossa preocupação quando escolhemos o tema foi abri uma nova janela de possibilidades, ampliar a visão de mundo deles e também uma maneira de estimular a leitura”, reforça.

Jeff é oficineiro de O Palco responsável pelo ensino do teatro às crianças. Ele divide a função de educador com a professora Mary Ellen, nas aulas de música, e Sandra Silvia, no ensino do balé. Mendes se encarregou da direção do espetáculo e de boa parte da organização para que não restasse nenhum detalhe sem o alinhamento e o zelo do educador.

“Estamos tentando fazer tudo com muita naturalidade para que os alunos também não se sintam muito ansiosos. Eles percebem que está chegando a hora de se apresentar e isso aumenta a expectativa. Já tivemos a prova de figurino e eu acho que o conto de fadas já começou antes mesmo da apresentação”, acrescenta Jefferson.

Em Ibitinga, o desenvolvimento do projeto O Palco foi junto com o Projeto Crescer, uma iniciativa local, por isso muitas escolas foram envolvidas e não somente uma instituição, como costuma acontecer nas outras sedes de atuação do Polo Cultural. Os alunos pertencem a 12 escolas diferentes e uma logística especial foi organizada para que ninguém perdesse o grande dia. Diversos ônibus da cidade irão buscar os alunos nas escolas para a apresentação.

Perto do grande dia, Jefferson Mendes não consegue evitar um certo tom saudosista, de quem ainda se lembra com clareza dos primeiros dias de aulas no projeto O Palco. “Eu acho que pra quem viu o primeiro dia em sala de aula é uma emoção ver tudo pronto. Será uma apresentação inédita aqui na cidade. Aqui em Ibitinga, Shakespeare é inédito e o espetáculo tomou uma proporção enorme. Nem posso imaginar quão grande isso vai ser, mas para as crianças será maior ainda”, comenta o professor.

Para Jefferson, no entanto, as mudanças já estão consolidadas e a apresentação é apenas um algo mais, uma vivência marcante. “Já deu certo! O projeto já deu certo em Ibitinga! Agora é se reunir para se apresentar e se divertir”, pontua o oficineiro, que destacou a maior atenção dos alunos no decorrer das aulas e a união muito forte entre eles, com um espírito de ajuda ao próximo bastante aflorado.

É por isso que o projeto O Palco constrói mais que um espetáculo. Nós construímos legado.

Venha assistir!
Quando: 23 de novembro.
Onde: Clube Planalto, às 19h. – Av. Eng. Ivanil Francischini – Centro, Ibitinga.
Entrada gratuita – Retirar ingresso com uma hora de antecedência.