Professora comemora empoderamento das crianças após projeto O Palco

“É lindo ver a mudanças que essas crianças tiveram”, comemora a professora de teatro Andressa Francelino, que participa do projeto “O Palco” na EMEF Geraldo Arone, do Núcleo Fortunato Rocha Lima, em Bauru. “Elas estão mais desenvoltas, mais empoderadas com a própria história, conhecem mais a sua própria identidade”, afirma.
 
A bauruense de 30 anos, formada em artes cênicas pela Universidade de Londrina (UEL), conta que trabalhar com as crianças da escola municipal tem sido enriquecedor. “Eu já trabalhava com teatro documentário e, aqui, nós começamos as aulas falando da história delas, com as memórias que elas tinham. Então resolvemos falar da infância comum das crianças e de crianças que conseguiram mudar o mundo. Que tudo é possível.”
 
Nesta terça-feira, dia 30, os alunos fizeram o último ensaio antes da apresentação do espetáculo “Que Tal Meu Quintal”, que será realizada daqui uma semana no teatro municipal Celina Lourdes Alves Neves, em Bauru. Faltando pouco tempo, a professora se diz apreensiva para o grande dia. “Estamos ansiosos, mas vai dar tudo certo. São muitas crianças, mas eles estão muito engajados.”
 
No que depender da Vitória Gomes, de 10 anos, aluna do 5º ano, tudo vai seguir o devido roteiro. “Não estou nervosa, tenho várias falas, mas já aprendi a não ficar com vergonha”. A menina, que apesar de gostar muito das atividades culturais, sonha em ser veterinária e conta que aprendeu muito mais do que dançar e atuar no projeto.
 
“Eu aprendi a ajudar aos outros. Em casa eu já sabia, mas aqui temos que ajudar os colegas. Também aprendemos mais brincadeiras, a gravar os textos e conhecemos mais gente.”, conta a pequena que ainda dá um conselho: “Tem que se soltar”.
 
O espetáculo “Que Tal Meu Quintal” marca o encerramento do projeto “O Palco” e será encenado por mais de 80 alunos da EMEF Geraldo Arone na próxima terça-feira, dia 6, às 19h no teatro municipal Celina Lourdes Alves Neves, localizado na avenida Nações Unidas, 8-9, Centro, em Bauru.
 
Os ingressos são gratuitos, mas devem ser retirados na secretaria da escola na rua Antônia Ravanell Costa – Núcleo Hab. Fortunato Rocha Lima.